loading ...
loading ...

Sobre o evento

[co-gni-ti-vo-po-lis]
1. Centro urbano com população multicultural;
2. Que provoca o processo mental envolvido na aquisição de conhecimento e criatividade.

O Cognitivopolis – Madeira Urban Day edition, é um festival que gravita em torno de temas como a criatividade, a tecnologia e a ciência. Nos dias 15, 16 e 17 de Novembro o Centro das Artes Casa das Mudas na Calheta, funcionará como uma plataforma interdisciplinar, onde para além das conferências, o público encontrará workshops, exposições de fotografia e ilustração, instalações, realidade aumentada, um laboratório de fotografia, outro de astronomia e um robot.

O evento começa no dia 15 de Novembro na Estalagem da Ponta do Sol com um concerto que acontece após o jantar, reunindo em convívio, convidados e público em torno de bom vinho e boa música feita em Portugal.
A Casa das Mudas abre as portas no Sábado e Domingo, dias 16 e 17 de Novembro, entre as 14h00 e as 19h00. A entrada é livre, a conferência consiste em 8 apresentações dinâmicas de 20 ou 30m sobre temas como robótica, física, hardware open source, tecnologia, composição musical e ilustração. No Sábado, o palco Cognitivopolis recebe: David Rowan, editor da edição britânica da Wired; Danny Ivan, ilustrador e designer madeirense; James Alliban, artista interactivo e Will Jackson acompanhado do Robothespian, o robot de tamanho e forma humanoide da EngineeredArts.
No Domingo, falam os seguintes oradores: Massimo Banzi, co-fundador do Arduino; Pedro Macedo, compositor madeirense; Humans Since 1982, um projecto de Per Emanuelsson e Bastian Bischoff e, Gian Giudice, físico teórico no CERN. Os temas serão anúnciados à medida que o evento se aproxima. O evento termina no Domingo, com o concerto de Humanplug.

Acontecerão dois workshops, um de uma hora com David Rowan sobre a relação do artista com a imprensa e vice-versa, orientado para profissionais dessas áreas e outro de 6 horas, como introdução ao hardware Arduino, com o seu co-fundador, Massimo Banzi.

Com o Cognitivopolis reúnem-se algumas condições para que o público possa ter um contacto mais próximo com pessoas, teorias, ideias e tecnologias que estão a pavimentar o caminho para o futuro.
Este é um evento da urbanistas e tem o apoio do Projecto Centro das Artes Global, iniciativa promovida pela Sociedade de Desenvolvimento Ponta do Oeste com apoio do programa Intervir+.
 

Back To Top